PUBLICAÇÕES

História da Diocese de Viseu

3 volumes - 90.00 €

José Pedro Paiva - Coordenador Científico

Esta é a primeira História da Diocese de Viseu, desde que nos, nos alvores do século XVII, se esboçaram as primeiras tentativas de registar a memória de alguns episódios relevantes da presença do cristianismo e das suas estruturas eclesiásticas no território viseense. Região onde durante longos séculos para as suas populações o cristianismo foi um oásis de beleza e esperança.  

A obra encontra-se estruturada em três volumes que cobrem os cerca de 1500 anos, que decorrem entre a mais remota e documentalmente comprovada origem da diocese, no ano de 569, até ao 25 de Abril de 1974. Norteada exclusivamente por critérios históricos, propõe uma visão original e absolutamente inédita no panorama da historiografia portuguesa e internacional a respeito dos olhares e perspectivas que devem pautar um estudo desta natureza.

Os Brilhos do Invisível

15.00 €

Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu

Catálogo da Exposição de arte-sacra preparada pela Diocese de Viseu para assinalar o Ano Sacerdotal, colocando em evidência alguns dos princípios subjacentes ao exercício sacerdotal, motivando para a compreensão e interpretação do sentido e da beleza do ministério sacerdotal. A publicação integra um conjunto de textos, elaborados por sacerdotes da Diocese de Viseu, e os estudos das peças realizados por vários investigadores. Para além dos textos alusivos à contextualização da temática, apresentam-se as fichas das sessenta peças de arte sacra expostasrepartidas por quatro núcleos – Cristo: o sacerdote eterno / Sacerdócio: vocação e itinerários formativos / Ars celebrandi: no centro da vida sacerdotal / Sacerdócio: vida e missão.

ROTEIRO

TESOURO DA CATEDRAL | MUSEU DE ARTE SACRA

12.00 €

Este Roteiro compreende duas partes, a primeira dedicada ao Museu e a segunda à Catedral. O espaço de exposição do Tesouro localiza-se no segundo piso, compreende o coro-alto e três salas situadas numa das alas do Claustro Superior, entre as quais a Sala do Cabido e duas salas com elementos arquitectónicos do período medieval. A estas áreas de exposição associam-se mais dois espaços, particularmente interessantes do ponto de vista arquitectónico, mas também por constituírem miradouros, a partir dos quais se pode fruir de uma vista panorâmica sobre a cidade de Viseu em diferentes perspectivas, numa abrangência urbana e natural. São apresentados os espaços e os correspondentes núcleos expositivos, cujas temáticas orientam o visitante na leitura e compreensão do significado das peças expostas, concretamente: O amor não se explica, Maria Sim, Louvar a Deus… com a música, Semana Santa, Serviço e missão, Testemunhar … Dar a vida, Celebrar o Amor de Deus. Relativamente à Catedral o Roteiro integra uma breve síntese da sua evolução ao longo dos séculos e os dados biográficos mais relevantes do padroeiro da Diocese, São Teotónio.

À DESCOBERTA DO PRIMEIRO SANTO - SÃO TEOTÓNIO

Livro Infanto-Juvenil - 3.50 €

Com texto de Carlos Paixão e ilustrações de Carlos Pais, o livro À DESCOBERTA DO PRIMEIRO SANTO – SÃO TEOTÓNIO pretende dar a conhecer aos mais novos, de uma forma atrativa e lúdica, o padroeiro da diocese e da cidade de Viseu 

Sinopse: Na agitação do quotidiano dos mais pequenos o ouvir de uma história reporta-os para mundos variados, cheios de novidades. A avó que conta a história de um Santo chamado Teotónio à neta, descreve com afeto o percurso de um menino, que saiu da sua terra natal para viver a aventura de se dedicar às coisas da Igreja e a Jesus. Descobrem-se as qualidades do Teotónio, encontram-se os seus talentos…numa caminhada cheia de feitos, que conduz à descoberta de um Santo, o primeiro.

Padroeiro de Viseu
O que visitar em Viseu

São Teotónio

Patrono da Diocese e da Cidade de Viseu (1162-2012)

25.00 €

Exposição realizada no âmbito dos 850 anos da morte de São Teotónio, com o propósito de evocar uma figura marcante do percurso coletivo dos portugueses, quer pelo papel que coube a São Teotónio desempenhar na dinamização genesíaca do reino de Portugal, num tempo de todas as esperanças, quer através do protagonismo que assumiu na consolidação de um ideal de espiritualidade que irradiaria pelo território, com frutos ainda hoje reconhecíveis, no rico e multifacetado património monástico que os cónegos regrantes legaram. O catálogo integra um conjunto de textos que contextualizam a época e as ficas das peças que integraram a narrativa expositiva, orientada pelo extraordinário texto da Vita beatissimi domni Theotonii, que um discípulo anónimo escreveu logo após a morte do primeiro Prior de Santa Cruz de Coimbra.